"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" João 3:16. "

Descansa no Senhor, e espera nele; não te enfades por causa daquele que prospera em seu caminho, por causa do homem que executa maus desígnios. Salmos 37.7


.

.

25/02/2017

INTIMIDADE COM A PALAVRA DE DEUS


INTIMIDADE COM A PALAVRA


Deuteronómio 6.6-9
E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração; E as ensinarás a teus filhos, e delas falarás sentado em tua casa e andando pelo caminho, e ao deitar-te e ao levantar-te. Também as atarás por sinal na tua mão e te serão por frontais entre os teus olhos; E as escreverás nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas.




Estes versículos falam do relacionamento que devemos ter com a Palavra de Deus. Temos que a conhecer tão bem, que usá-la em qualquer situação do nosso dia-a-dia se tornará o passo mais simples e mais seguro. A palavra de Deus é eficaz. Ela não traz confusão, é clara, simples, e nada a substitui em ocasião alguma.
Seja qual for a nossa necessidade, encontramos a resposta na Bíblia. Mas para isso é necessário colocar em prática alguns requisitos. Há algumas perguntas que normalmente fazemos.
1.     Como é que eu encontro a resposta a cada necessidade, sendo a Bíblia um livro tão grande?
2.     Como posso me organizar para que a Bíblia se torne um livro prático?
Um dos passos principais para conhecer a Bíblia, é ler. Sem a ler, não a podemos conhecer. Podemos ouvir, e é muito bom, há até um versículo que diz que “a fé vem pelo ouvir a Palavra de Deus”, (Rm 10.17) - mas temos que ler, meditando, para que a Palavra se possa alojar na nossa mente. A Palavra tem que “morar” na nossa mente. Por isso é que Paulo escreveu aos Romanos, dizendo: “transformai-vos pela renovação do vosso entendimento” - (Rm 12.2), que significa que temos que renovar o nosso modo de pensar, ou seja, temos que pensar como Deus pensa, a partir daí torna-se mais fácil, pois o nosso pensamento já está direccionado para a palavra de Deus. Não se trata de uma lavagem ao cérebro, não, porque ninguém nos obriga a mudar o nosso pensamento, mas sim que isso é primordial para a nossa maneira de viver, para os nossos valores morais, e para os nossos valores espirituais.
Como cristãos, temos a obrigação de influenciar aqueles que estão ao nosso redor, transmitindo a eles, os bons costumes, as boas práticas, a fim de que eles vejam, que neste mundo em decadência, ainda existe um povo, que se diz cristão, e que se rege pelos princípios e valores morais instituídos por Deus.
Não há nenhum segredo, há é a disposição para ler, com a intenção de estudar, aprender, memorizar, em suma, saber lidar com a Palavra de maneira eficaz e deixá-la habitar na nossa mente, alojar-se na nossa mente, e renovar a nossa mente.
Assim, de uma maneira que muitas vezes não entendemos, o Senhor nos fala e guia através da Palavra, segundo cada necessidade. Os nossos ouvidos espirituais têm que estar atentos, para que não tenhamos dúvidas. Deus não é de confusões, e não desmente a sua palavra.

Isabel

0 comentários:

Enviar um comentário

caixinha de promessas