"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" João 3:16. "

Descansa no Senhor, e espera nele; não te enfades por causa daquele que prospera em seu caminho, por causa do homem que executa maus desígnios. Salmos 37.7


.

.

23/03/2009

OS SEGREDOS DO CORAÇÃO DE DEUS


Jer 33:3 Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas, que não sabes.

Deus pode revelar o seu coração para nós. Quando buscamos de todo o nosso coração, quando na realidade procuramos Deus para a solução dos nossos problemas.
Lembro-me de um dia em que orava e clamava ao Senhor em favor de meu marido, que era deficiente físico há 30 anos em consequência de um acidente de automóvel. Apesar da sua deficiência ele sempre foi muito saudável e forte. Mas a determinada altura e com o avançar da idade, começou a ficar mais dependente de mim, e foi nessa ocasião que eu orava por ele para que o Senhor o fortalecesse e lhe desse sempre autonomia, a fim de que não ficasse mais dependente.
Até que um dia, durante um tempo de oração e jejum, o Senhor me revelou o seu coração, e me disse: “Eu vou levá-lo”.
Esta revelação eu guardei no meu coração.
Alguns meses depois, meu marido adoeceu gravemente com infecções atrás de infecções, as quais os médicos não descobriram nunca a sua origem.
Depois de quatro meses a caminho do hospital e de quatro internamentos, as infecções eram tratadas com antibióticos, mas depois de terminar os antibióticos, a infecção aparecia de novo. Até que apareceu um choque séptico, e os médicos não puderam fazer nada. A infecção havia generalizado.
Mas o Senhor esteve sempre no controle de tudo. Nada passou ao lado de Deus. Ele sabia o que estava a fazer. Deus permitiu todo esse sofrimento para provar a nossa fé. Quando muitas vezes eu dizia ao Senhor que não iria aguentar uma doença, ou um sofrimento muito grande, Deus mostrou-me que sim, eu sou capaz, mas Ele tem que estar do meu lado. Eu tenho que saber que apesar das circunstâncias, Deus está sempre do meu lado. Não há nada que possa acontecer na minha vida que Deus não tenha permitido. Tudo tem a sua aprovação, mas com o objectivo do meu crescimento espiritual a fim de que seu nome seja exaltado e engrandecido.
Também meu marido teve que escolher. Apesar dele ser um crente com muitos anos, e apesar ser baptizado, mesmo assim, Deus quis provar a sua fé, e ele teve a oportunidade de escolher entre o estar com Deus, num lugar de paz, sem sofrimento e sem dor, que é o céu, e o estar sem Deus num lugar de tormento, de sofrimento e dor que é o inferno.
Deus preparou tudo. Sabendo e conhecendo o Senhor a minha estrutura, teve o cuidado de me preparar para o acontecimento que iria mudar a minha vida para o resto dos meus dias. O Senhor sabe que eu lido muito mal com situações e emoções fortes. Daí, o seu cuidado para comigo.
Nos dias que se seguiram à revelação que Deus me fez, eu passei mal. Não entendia. Não percebia porque é que Deus queria levar o meu marido. Nada me ocorria. Eu estava fechada só nos meus pensamentos egoístas, e não percebia que a vontade de Deus é que prevalece e que o tempo para o meu marido ir para o céu estava se aproximando. Era a vontade de Deus que estava em causa, mas eu não percebia.
Então ocorreu uma segunda revelação. Um dia pela manhã quando estava na igreja e durante o tempo de louvor, eu chorava, inconsolada, cedendo aos meus pensamentos egoístas, fazendo-me e transformando-me a mim própria numa vítima. Aí, o Senhor me falou novamente dizendo “Eu te falei que vou levar teu marido, isto não é para sofreres, mas sim para te preparares”.
Grande e maravilhoso Deus que nós temos !!!! ALELUIA !!!! Ele cuida verdadeiramente de nós. Foi a partir daí que meu pensamento começou a mudar. Foi a partir daí que fiquei esperando no meu Deus, que supre todas as minhas necessidades e que não está ausente nunca.
Não posso dizer que os meses de doença de meu marido, tenham sido um mar de rosas. Não. Foram até de muita dor e muito sofrimento, mas uma coisa eu sabia. Deus estava no controle, e apesar de eu saber qual era o desfecho, eu fui forte, mas não fui forte com as minhas forças, mas sim com as forças que Deus me deu e com o apoio do Espírito Santo meu companheiro e consolador.
Também pude contar com muitas orações do povo de Deus, meus amigos e amigas, minha igreja, minhas amigas virtuais, e certamente muita gente que eu não conheço, mas sei que oravam. Deixo aqui os meus agradecimentos. Muito obrigada. O vosso galardão está nos céus. Jesus é fiel e verdadeiro.
Isabel

caixinha de promessas